Por que a Premier League é a melhor liga do mundo?

Premier League

Entenda tudo sobre a Premier League, que vem para a edição especial de 30 anos, e como ela se tornou a melhor liga do mundo.

O domínio da Premier League

A princípio, como já falamos aqui no blog, a Premier League retorna nesta sexta-feira (05). Porém, essa edição é especial, visto que a liga comemora 30 anos de existência. Nesse sentido, a competição é vista como a principal do planeta nestes últimos anos, com clubes milionários, jogadores das mais diversas nacionalidades e com uma arrecadação invejável – R$ 63,7 bilhões nas próximas três semanas.

Mas por que esse domínio é tão grande? Por que tantos especialistas consideram a Premier League como a melhor liga do mundo atualmente? O Turista FC te conta.

Os melhores times do mundo

Premier League, Turista FC

De antemão, temos no Campeonato Inglês a maior concentração de craques nos mais diversos times. Isso deve-se ao atual poder financeiro da liga, que dá uma enorme vantagem competitiva para os clubes no que diz respeito a investimento em jogadores. Desse modo, é o nono ano consecutivo que a PL ultrapassa € 1 bilhão em gastos com transferências no verão europeu. No inverno passado, o investimento das equipes inglesas representou 34% do total movimentado, de acordo com a Fifa.

Segundo o levantamento do Observatório de Futebol do Centro Internacional de Estudos de Esporte, a liga foi responsável por 44% do investimento em taxas de transferências em 2021. Desse modo, o futebol inglês é a casa dos times competitivos, que são compostos por nomes de nível de seleção. Nesse sentido, o Chelsea teve 21 convocados na última data Fifa. O Manchester City, 15, enquanto o seu rival, Manchester United, 14 – assim como o Arsenal.

A saber, na última convocação da seleção brasileira, para os amistosos contra Coreia do Sul e Japão, 13 jogadores defendiam times da Premier League – ao todo, 27 foram convocados. Ou seja, o impacto dos estrangeiros na competição é grande em relação ao nível técnico da liga.

Desse modo, ao longo dos 30 anos da competição, 4.488 jogadores de 120 países diferentes passaram pela Premier League.

treinadores estrangeiros

Alex Ferguson, lenda do Man. United. Foto: Reprodução
Alex Ferguson, lenda do Man. United. Foto: Reprodução

Com o seu crescimento econômico, a Premier League também possibilitou a chegada de treinadores estrangeiros à liga. Desse modo, um exemplo a ser citado é o francês Arsène Wenger, lenda do Arsenal, que chegou em 1996. Atualmente, alguns dos principais técnicos do campeonato são estrangeiros, como Pep Guardiola, Jürgen Klopp, Thomas Tuchel, Antonio Conte e Erick ten Hag.

Além disso, desde que a Premier League surgiu há 30 anos, nenhum treinador inglês conquistou o título. O maior vencedor é o escocês Alex Ferguson, lenda do Manchester United – que não vence desde que o treinador deixou o clube, no entanto. Logo após Ferguson deixar o clube, o treinador que mais marcou a equipe foi o português José Mourinho, que conquistou três títulos, porém nenhum título de campeonato inglês.

Na atual temporada 2022/23, como treinadores ingleses, temos Scott Parker (Bournemouth), Eddie Howe (Newcastle), Steven Gerrard (Aston Villa) e Frank Lampard (Everton). Apenas quatro entre os vinte times da competição. Além disso, todos com menos de um ano e seis meses no cargo.

Qual a receita para o sucesso?

O segredo é simples, a Premier League possui dinheiro o suficiente para concentrar talentos e investir na sua liga.

Segundo a consultoria Deloitte, dos 20 clubes mais ricos do mundo, 10 são da Premier League. O líder, nesse sentido, é o Manchester City, que faturou € 645 milhões em 2020/21. Na lista ainda temos Manchester United (5°), Liverpool (7°), Chelsea (8°), Tottenham (10°), Arsenal (11°), Leicester (15°), West Ham (16°), Wolverhampton (17°) e Everton (18°).

A atualização do ranking da Deloitte sobre 2021/22 deverá sair em algumas semanas. A saber, o campeonato inglês arrecada tanto quanto a Bundesliga e LaLiga somadas. Desse modo, o campeão da edição 2022/23 deverá receber cerca de £176 milhões em premiação – quase £20 milhões a mais que o Manchester City recebeu na temporada passada. Por outro lado, times rebaixados têm garantido, pelo menos, £106 milhões.

A arrecadação da liga, aliada a visibilidade, atraem investidores há pelo menos duas décadas. Um exemplo disso foi a chegada do russo Roman Abramovich ao Chelsea, em 2003. Atualmente, dos 20 clubes da liga, 15 são controlados por investidores estrangeiros, de 14 nacionalidades diferentes.

Futebol Europeu com o Turista FC

Turista FC na Final da Champions League - premier league
Turista FC e clientes na Final da Champions League

Dessa maneira, a nossa experiência atendendo a diversos clientes, amantes do futebol europeu, faz com que tenhamos absoluta certeza que vale muito se programar com antecedência e garantir de forma antecipada os ingressos para os grandes jogos! O mais importante para nós é, acima de tudo, proporcionar uma experiência épica aos nossos clientes.

Por fim, nós estamos trabalhando com ingressos para os jogos dos mais diversos eventos esportivos, sempre com condições facilitadas. Portanto, entre em contato com nossa equipe e consulte os mais diversos valores!

Gostou? Que tal falar com nosso time de especialistas e montar seu roteiro?

Leia também: Futebol europeu: quando começam as grandes ligas?

× Como posso te ajudar?