NBA: As 7 maiores dinastias da história

Dinastias da NBA, Turista FC

Quer saber quais franquias reinaram em diversos períodos? Vem com o Turista FC que a gente te mostra as maiores dinastias da NBA!

A princípio, quando falamos de NBA, sempre temos times mágicos em mente, como o Chicago Bulls de Michael Jordan ou o Lakers de Kobe Bryant e Shaq. Nesse sentido, diversas equipes ficaram marcadas na história porque dominaram um certo momento do jogo, e é sobre isso que viemos falar hoje: as maiores dinastias da história da NBA!

Boston Celtics de Billl Russell

Celtics de Bill Russell, um dos times mais dominantes da história da NBA.
Celtics de Bill Russell, um dos times mais dominantes da história da NBA.

Antes de mais nada, temos o Boston Celtics de Bill Russell, que venceu incríveis 11 títulos em 13 temporadas. A sequência extraordinária começou na temporada de calouro de Russell, 1956/57, quando venceram os Hawks na final da NBA. A equipe venceu oito campeonatos consecutivos entre 1959 e 1966. Certamente, um dos recordes que dificilmente serão quebrados.

Na temporada 1966/67, entretanto, o 76ers de Wilt Chamberlain interrompeu a sequência dos Celtics com a vitória por 4 a 1 na final do Leste. Porém, em 1968/69, Bill Russel liderou os Celtics a mais um bicampeonato, completando sua coleção de 11 títulos. O jogador, desse modo, se consolidou como o maior campeão da história da liga – com 11 anéis.

Showtime Lakers

Showtime Lakers, de Magic Johnson e Kareem Abdul-Jabbar, encantaram o mundo da NBA.
Showtime Lakers, de Magic Johnson e Kareem Abdul-Jabbar, encantaram o mundo da NBA.

A década de 1980 marcou a popularização da NBA e o ápice na maior rivalidade da liga: Celtics x Lakers. As duas franquias, desse modo, conquistaram oito campeonatos na década – cinco desses títulos, entretanto, ficaram para os Lakers de Magic Johnson e Kareem Abdul-Jabbar, o famoso “Showtime”.

A equipe alcançou oito finais em dez anos, tendo início em 1979/80, ano de calouro de Magic, que, na final, assumiu a responsabilidade após lesão de Kareem e levou o time ao título. A saber, Johnson conquistou o MVP das finais em seu ano de calouro e sua atuação no Jogo 6 da final é lembrada até hoje como um dos maiores jogos de sua carreira. Nesse sentido, em 1981/82, o time retorna aos playoffs e chegam em duas finais seguidas, conquistando um título. Na sequência, mais duas finais contra os Celtics, com um título conquistado e um vice.

Por fim, a equipe volta a vencer mais dois campeonatos em 1986/87 e 1987/88, encerrando as vitórias da dinastia. Na temporada 1988/89, chegaram em sua última final, mas o time foi varrido pelo Detroit Pistons.

Celtics de Larry Bird

Larry Bird, um dos maiores ídolos do Boston Celtics. Foto: Focus on Sport/Getty Images

Se tinhamos o Lakers de um lado na década de 80, do outro tinhamos o Celtics de Larry Bird, um dos maiores times da história da NBA. Apesar do Lakers viver momentos mágicos, o Boston Celtics também teve seus momentos de glória e venceu três títulos em seis anos.

Nesse sentido, o primeiro título da equipe veio na temporada 1980/81, derrotando o Houston Rockets na final. Logo após a conquista, o time ficou pelo caminho nos playoffs por duas temporadas consecutivas, voltando em 1983/84 para uma sequência de quatro finais seguidas. Nesse mesmo ano, a equipe enfrentou o Lakers na final e venceu o campeonato no Jogo 7. Em 1985/86, conquistaram mais um título contra o Houston Rockets, encerrando as conquistas do clube durante a dinastia. A equipe ainda chegou a mais uma final, em 1986/87, mas perdeu para o Los Angeles Lakers mais uma vez.

A saber, uma semelhança entre a dinastia do Celtics de Bill Russell e Larry Bird, é que ambos fazem parte de um seleto grupo de jogadores que ganharam o MVP da temporada regular por três anos consecutivos. Russell venceu entre as temporadas 60/61 e 62/63, enquanto Bird venceu entre as temporadas 83/84 e 85/86.

Chicago Bulls de Michael Jordan

Os 6 títulos de NBA do Chicago Bulls conquistados pela dinastia de Michael Jordan.
Os 6 títulos de NBA do Chicago Bulls conquistados pela dinastia de Michael Jordan.

O Chicago Bulls é, certamente, uma das maiores franquias da história da NBA – e isso deve-se muito a dinastia do time na década de 90, especialmente por causa de um jogador: Michael Jordan. Considerado por muitos o maior jogador de todos os tempos, Jordan levou seu time a seis títulos em oito temporadas, conquistando o MVP das finais em todas as oportunidades. Nesse sentido, o número poderia ter sido ainda maior se MJ não tivesse interrompido a carreira para jogar beisebol.

Após parar no jogo físico dos Bad Boys do Detroit Pistons em diversas oportunidades, em 1980/81 finalmente chegou a oportunidade do Chicago Bulls na final. O time varreu os Pistons nas final de conferência e conquistou o título em cima do Lakers – título emblemático, visto que marcava o início de uma nova era na NBA.

Na temporada seguinte, Jordan já estava consolidado como o maior astro da NBA e conquistou mais um título com a camisa do Bulls. Em 1992/93, Michael chocou o mundo do basquete quando estabeleceu uma média de 41 pontos na final da NBA, a maior marca da história. Desse modo, a equipe conquistou o terceiro campeonato consecutivo.

Logo após a conquista, Michael anuncia a aposentadoria aos 30 anos e migrou para o beisebol, motivado em realizar o sonho de seu pai. Em 1994/95, após problemas no Bulls, Jordan volta, porém cai nas semifinais dos Leste, caindo para o Orlando Magic de Shaquille O’Neal. Em 1995/96, entretanto, vimos um Jordan mais motivado do que nunca, liderando o Chicago Bulls para uma temporada histórica de 72 vitórias e apenas 10 derrotas. Desse modo, a franquia enfileirou mais três títulos – 95/96, 96/97 e 97/98 – e fez muitas pessoas se apaixonarem pelo esporte.

Lakers de Kobe e Shaq

Shaq e Kobe, juntos, conquistaram 3 títulos consecutivos.
Shaq e Kobe, juntos, conquistaram 3 títulos consecutivos.

Após o momento inesquecível de Michael Jordan e Chicago Bulls, uma nova dinastia surgia na NBA: o Lakers do jovem Kobe Bryant e de Shaquille O’Neal, um dos jogadores mais dominantes da história, que venceram três campeonatos seguidos.

Após pararam nos Spurs de Tim Duncam nas semifinais de conferência em 1999, os Lakers contrataram Phill Jackson, treinador do time multicampeão dos Bulls, para ser o mentor de Shaq e Kobe. O resultado foi imediato, visto que o time foi excelente na temporada regular e passou com tranquilidade pelos playoffs. Na final, venceu o Indiana Pacers da lenda Reggie Miller e conquistou seu primeiro título.

Nesse sentido, o roteiro foi o mesmo durante as duas temporadas seguintes. Os Lakers seguiam imbatíveis e conquistaram mais um título em 2000/01, batendo o 76ers de Allen Iverson. Por fim, em 2001/02, venceram o New Jersey Nets na final e se consolidaram como um dos maiores times da história da liga.

Golden State Warriors

Curry, o principal jogador da dinastia do Golden State Warriors.
Curry, o principal jogador da dinastia do Golden State Warriors.

A mais recente dessa lista, a dinastia do Golden State ainda está acontecendo e o time segue fazendo história na NBA. O time é o símbolo da nova forma de jogar basquete, com a movimentação imparável e chuva de bolas de 3.

Após anos de trabalhos no Draft, em 2014/15 o Golden contratou o ex-jogador Steve Kerr, que conseguiu, de forma brilhante, extrair todo o potencial de seus atletas. Nesse sentido, a equipe contava com nomes promissores, como Draymond Green, Klay Thompson, Harrison Barnes e, claro, Stephen Curry. Desse modo, o time explodiu e virou uma verdadeira máquina, vencendo o Cavaliers de LeBron James na final da NBA.

No ano seguinte, o time se consolidou como um dos maiores da história e estabeleceu a melhor campanha da história da liga, com 73 vitórias e 9 derrotas – superando o Bulls de Jordan. Entretanto, perdeu o título na final contra Cleveland de LeBron. Logo após a derrota, os Warriors contratam Kevin Durant, MVP da liga em 2014 e um dos melhores da história do jogo. Desse modo, o time que já era épico, ficou praticamente imbatível e venceu os campeonatos nas temporadas 16/17 e 17/18. Em 2019, a equipe chegou a mais uma final, porém sofreu com lesões e viu o título escapar para o Toronto Raptors.

Por fim, três anos após a derrota, o Golden State Warriors chegou a mais uma final de NBA em 2022 e mostra a todos que sua dinastia ainda não chegou ao fim. Para saber mais sobre a final entre Boston Celtics e Golden State, clique aqui e leia a matéria que fizemos.

Lebron James

LeBron com seus quatro títulos de MVP das Finais. Foto: Reprodução

Você deve estar se perguntando o que o LeBron está fazendo nessa lista, né? Bom, a gente explica. LeBron James é, sem dúvidas, um dos maiores jogadores da história da NBA e, mesmo com 37 anos, segue fazendo história na liga. O jogador, desse modo, fez parte de diversos momentos dominantes na liga e são esses que vamos listar agora.

Miami Heat

LeBron conquistou a NBA em 2012 e 2012, pelo Miami Heat.
LeBron James conquistou a NBA em 2012 e 2013, pelo Miami Heat.

O astro do Cavaliers já era um dos melhores jogadores da NBA em 2010, quando decidiu trocar de time para encerrar o jejum de títulos em sua carreira. Desse modo, LeBron escolheu se juntar a Dwayne Wade e Chris Bosh no Miami Heat, formando um dos maiores trios da história da liga.

Em seu primeiro ano, o Heat chegou até a final da NBA, mas acabou sendo derrotado pelo Dallas Mavericks de Dirk Nowitzki, em 2010/11. Após isso, o legado de LeBron começou a ser questionado na imprensa, principalmente na Final da Conferência contra o Boston Celtics. O Jogo 6 da série é conhecido como “O Jogo do legado de LeBron”, onde o astro anotou 45 pontos, 15 assistências e 5 rebotes para forçar um Jogo 7. Desse modo, o Miami Heat passou e venceu o título da NBA sobre o OKC. Além disso, venceu também os Spurs, no ano seguinte. O time ainda voltou a final de 2013/14, mas perdeu para o San Antonio.

Cleveland Cavaliers

LeBron após conquista épica em 2016. Foto: Divulgação/NBA

Após conquistar dois títulos com o Miami Heat e dois MVPs das Finais, LeBron decidiu voltar para Cleveland em busca de um título com a franquia onde iniciou a carreira. O astro levou o Cavs a quatro finais consecutivas, mas parou na dinastia do Golden State. Ainda assim, James conquistou um dos maiores títulos da história da liga, o de 2015/16, após virar uma série que estava 3 a 1 para os Warriors na final.

Desse modo, LeBron completa seu objetivo e finalmente consegue sua redenção com a torcida dos Cavs, após ser duramente criticado pelos torcedores quando trocou o time pelo Miami Heat.

Após quatro anos em Cleveland, LeBron entendeu que era hora de mudar de clube e escolheu os Lakers como destino. Em Los Angeles, nesse sentido, o atleta chegou a incrível marca de 9 finais em 10 anos, ficando de fora apenas em 2019. Desse modo, já conquistou mais um título para sua coleção e busca emplacar mais uma dinastia, porém em outro lugar.

Gostou? Que tal falar com nosso time de especialistas?

Leia também: A experiência do torcedor na Libertadores da América

× Como posso te ajudar?